quinta-feira, 5 de abril de 2012


Decidi fazer o ´Causos e casos` para lhes contar algumas situações inusitadas (muitas delas humilhantes) que já protagonizei com  toda a minha grandeza de mulher.


Eu já tinha esse post em mente, mas ao entrar no blog do Humberto, no qual ele relata o porque decidiu emagrecer, me inspirei para contar meus causos pra vocês.




  • Quando eu estava começando o ensino médio, eu ia de van para a escola, e como eu era uma das últimas a serem pegas no caminho, sempre deixavam o banco da frente pra mim. Só que eu morava em uma ladeira bem ingrime. Nesse banco da frente, sentava um rapaz já mais velho do que eu, ele sentava ao lado do motorista e sobrava a vaga da porta para eu me sentar. Aquele lugar já é ruim de subir com a van num lugar plano, vocês imaginem o carro todo torto (por causa da subida), eu com meu material na mão e uma bunda gorda que tinha que caber numa vaga que cabia metade dela... Agora junta tudo...  Sim minha gente.... pra eu subir na merda daquela van era um show... Eu mal conseguiria subir com as mãos livres e a van parada em um lugar reto... Isso era motivo de muitas risadas de todos na van... Quando o rapaz não ia, era um alívio pra mim. Sabe, parece que o motorista fazia de propósito só pra me ver sofrer. Isso na época me deixava muito mal e depois de um ano (que venceu o contrato da van) eu mudei de carro e o problema acabou.




  • Minha irmã e eu, sempre fomos gordinhas, culpa da minha mãe viu??? kkkk Nós temos 7 anos de diferença, mas sempre fomos muito unidas. Enquanto eu era solteira e morava na casa dos meus pais, nós aprontávamos muito juntas. Um dia tava eu, bonita, sentada na rede da casa deles, quando tive a brilhante ideia de chamar a minha irmã pra sentar junto comigo, isso eu tinha uns 21 anos e ela uns 14... O gancho da rede estava fixado em uma coluna de tijolinhos e o outro gancho na parede da casa... Quando o mamutinho da minha irmã sentou comigo na rede, só vi a coluna desabando em cima da gente... Na verdade a coluna caiu inteira em cima de mim, pegou do pescoço pra baixo... Eu sai correndo gritando e chorando pra minha mãe: `Manheeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee, manheeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee... e minha irmã correndo atrás, morrendo de rir, foi explicar pra minha mãe o que tinha acontecido... Eu me machuquei toda... Fiquei toda ralada... Minha mãe me levou ao médico e eu fui chorando, sei lá, acho que foi o susto! E pra explicar para o médico o que tinha acontecido!!! Depois foi só risada... E aguente todo mundo falando que a gente tava pesada mesmo... E não era mentira, né?
Fiquei mais ou menos assim... kkkkk

  • Mas ser gorda tem suas vantagens... Quantas vezes fui à muitos lugares (bancos, mercados, lanchonetes) e as filas estarem quilométricas, e eu olhava pra aquilo e me dava um desespero... Sabe o que eu fazia???? Estufava minha barriga e fingia que tava grávida e passava na frente de todo mundo. Uma vez eu tava no Graal e era final do feriado de páscoa no ano passado. Tava voltando de Floripa. Pensem num lugar lotado... Estávamos meu marido, eu, uma amiga e um amigo... Terminamos de comer e fomos pagar... As filas estavam E-N-O-R-M-E-S!!! A gente ia perder pelo menos 1 hora naquela fila... Foi quando olhei pra fila preferencial, e sim... ela estava vazia... Não tive dúvidas, nessa hora passou um funcionário do graal e eu perguntei: ´Moço, onde é a fila das grávidas???`Ele me apontou o local, dizendo: `É ali querida´... Os três ficaram olhando pra mim, sem entender o que tava acontecendo. Mas vieram atrás de mim. Como minha amiga é gordinha também, falei baixo pra ela: `Finja que você tá grávida também, porque eu não vou ficar esperando vocês passarem na fila!´ kkkkk. Só que detalhe, lembra que falei que estávamos em 4 pessoas né? Pois é, o meu amigo que estava junto com a gente é gay, e daqueles que dão pinta. Só que pra não entrar na fila sozinho e demorar horas pra pagar, a pessoa virou macho na hora, e até assumiu o filho da nossa amiga... kkkkkkkkk imagina a cena... Duas balofas fingindo estarem grávidas e um gay fingindo ser o pai. Conseguimos passar rapidinho pelo caixa e saímos dando muita risada... É, vou sentir saudade da minha barriga de grávida... MENTIRAAAAAA... vou nada...
Era mais ou menos assim, será que dava pra enganar???

Enfim... Esses foram um dos poucos causos que eu já aprontei ou que aprontaram pra mim... E que se Deus quiser nunca mais vou passar por essas situações.

E vocês??? Me contem algum causo que já vivenciaram.
Ou só eu pago mico aqui???









12 comentários:

Fabi Lange Brandes disse...

ah, pasme, eu tbm jah fui na fila das grávidas... ahauhaua
acho que eu tive muitos episódios tristes por causa de ser sempre gorda, mas acho que uma das minhas maiores histórias foi um dia quando eu estava na quarta série e tinha que ser pesado na escola, nossa, eu tinha já uns 65 kilos, ai, eu nao queria me pesar, chorei e minha mae teve de me buscar na escola, nossa, nunca esqueço aquele dia
beijo

Adriana Oliveira disse...

Nossa ri muito com seu post...."Duas balofas fingindo estarem grávidas e um gay fingindo ser o pai." essa parte foi hilaria...adorei seu blog e ja estou seguindo..bjs e feliz pascoa.

Adriana Oliveira disse...

Nay agora que eu vi, vc é de Sorocaba...eu tbm...rsrsrs

Desabafo.com disse...

ola vc comentou no blog de eu estar sendo consumista então eu sou consumista assumida todos sabem ja quase passei fome uma época atras e hj eu compro tudo que tenho vontade,tendo a condição claro,também não sou tonta a este ponto de viver de divida,mas no blog coloco meus sonhos ,sonho com um celular da hello kit porém sei que não terei, sonho com aquele sapato mas como escrevi lá é uma brincadeira porque não vou tê-lo sempre digo no blog que sou uma paty de salario minimo. não leve a sério eu ponho lá coisas que sonho em ter não as que tenho . mas sou consumista sim assumida ,porém acho que foi pelo trauma que passei sempre tive tudo e casei e me vi sem ter nem um pão pra comer eu e meu esposo.foi duro.e hj me dou meus luxos até porque não pago empregada eu mesmo faço tudo e aí meu pagamento são meus mimos .cuido de duas crianças e uma casa 10 comodos +facul +emprego,menina preciso de meus mimos para relaxar,não se chatei viu só vim te falar para vc me conhecer melhor minha historia e tudo mais,moro com minha mãe este ano quero coprar minha casa nem posso gastar tanto este ano ! beijihos keila .

Linda disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Você é doida!!! rsrsrs
Estou com dor de tanto rir!
A parte da "mamutinho" da sua irmã foi ótima! Tadinha...
Olha, eu nunca passei vergonha por conta do peso, mas sofria muitas humilhações na escola por causa do meu cabelo.
Eu tinha o cabelo cacheado, comprido e muito cheio.
Quando meus pais se separaram, a minha mãe precisou trabalhar porque o cachorro do meu pai fugiu e não pagava pensão, então ela tinha 2 empregos. Nós quase não a víamos. Quando eu e meu irmão acordávamos, ela já havia saído, e quando ela chegava nós já estávamos dormindo.
Por isso eu tinha que cuidar do meu cabelo sozinha e eu não conseguia. Ele vivia seco, volumoso e na escola as minhas coleguinhas abençoadas com cabelos lisos riam de mim, me desprezavam com medo de pegar piolho ( mas eu não tinha), e viviam fazendo coisas terríveis para me humilhar. Aquela fase foi terrível.
Mas enfim, o mundo dá voltas. Hoje já existem mil tratamentos e meu cabelo é lindo, já as "amigas" que eu consegui reencontrar no facebook estão feias e acabadas, de bom só tem o cabelo
mesmo.Que façam bom proveito! rsrsrrs
Beijo no coração querida!

Bia disse...

Ai, amiga, já passei por pouca e boas. As minhas são mais em relação ao preconceito, infelizmente!
Essa do amigo gay foi d+, fiquei rindo aqui imaginando a cena...rsrs
Beijos

Lindona disse...

Oi Nayara querida! Adorei conhecer seu cantinho. Tb já tô te seguindo. Estamos juntas nessa luta contra a obesidade! Depois passo aqui pra conhecer um pouquinho mais da sua história, ok? Bjão!

Deise Guimarães disse...

FIGURA!! Bons causos, mas tb servem de inspiração para chegar no final de sua meta! Bjs

Virtual entre amigas disse...

rsrs,obrigada linda!
Adorei suas histórias,muito divertidas,Embora sejam um pouco dolorosas né? Mas o que vale são as risadas e vamos deixar a tristeza de lado!
Vamos ser feliz!

Ka Martins disse...

Oi, amiga. Esses tipos de situações acontecem com todas nós que já sofreram e ainda sofrem com sobrepeso. Tbm já senti muita vergonha na frente dos outros, mas temos que superar essas coisas e como você fez e faz hoje em dia, dá risada do que aconteceu. Bora lá continuar firme para alcançar os sonhos. Bjinhos

Patty disse...

muito boas os contos ,,,ri litros...kkk parabens :C

Mel disse...

Fingir estar grávida é classico!!! Ja fiz mt! hahaha Mas depois que minha prima advogada me disse " vc nao precisa fingir. PREFERENCIAL NAO É EXCLUSIVA. Significa que se nao tiver ning, vc pode ir. " aí nao finjo mais! hahahah

Mas já passei varias historias tb!!!

Quando eu era criança meu tio tinha uma ilha no interior.. la tinha cachoeira ne..
aí tinha uma parte do rio com muita correnteza, onde meu primo com os amigos ficavam no final, e as meninas se jogavam na correnteza, sendo carregadas pelo rio até eles pegarem. entendeu??? rsrs

qnd chegou minha vez meu primo disse

NAAAAAAAAAAOOOOOOOOOO!!!!!!! Ela vc vai vir com muita pressão!! Não vou aguentar não!!!!!

Nossa, eu quis morrer.
Saí toda tristonha e fiquei olhando.
Aí ele ficou sem graça e disse que era brincadeira, que era pra eu ir.

Mas fui nao.
Tenho meu orgulho ne??

Nunca esqueço disso.


Feliz páscoa amiguinha, O BEIJO!